Liberdade

Passarinhos a cantar
No cantinho da janela
Que começa a iluminar
Com seu modo de se expressar

Num momento
Tão rapidamente
O pássaro voa
Sem dizer o que há em sua mente

Se isto era liberdade
Agora se acabou
O homem com sua maldade
Já o matou

Livre é quem sabe se defender
E tomar cuidado
Para suas asas não perder
Num vôo arriscado

(ASM, 1995)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s