Ode à Alegria

agora crescida, menina franzina
tem a batuta de sua poesia

desconfiada, o cinza toma o tom da canção
porque não é fácil, parece, crer na alegria

(quando nova era trampolim de paixão
para, de amiga bonita, coração)

mas hoje entende que talvez o poeta João
tenha rimado a alegria à libertação

(ASM)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s