no afã, zeros

afazeres que desfazem saberes
hoje há tantos fazeres
que viraram fezes
o que sentia alfazema

dei-me conta que é tanta coisa
que sinto medo de não dar conta
quando viver se tornou
uma coisa?

(ASM)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s