Tragédia grega

Se até o relógio é digital,
como saber da relação da reação
do espaço ao tempo?

Se nada mais é artesanal,
se o dia-a-dia se torna mais banal,
como não viver senão de forma esquizofrênica?

Se nada faço, se até a surpresa é sistêmica,
todo escândalo vira um alento,
um distrair-se, da solidão, o medo.

Gregos que se pertenciam ao humano
deram tanto valor ao tempo do pensamento
que repassaram a feitura do próprio alimento.

Sem a mão na massa,
com medo de virarem massa,
criaram uma raça de desatentos.

Depois de tanta venda,
suas vidas estão à venda.

Que tragédia, a grega.

(ASM)

Anúncios

2 comentários sobre “Tragédia grega

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s