Desabafo de um alterego

Eu queria um eu lírico me tornar
mas desses, do bem, está difícil de encontrar

Por que será que na história se deixou o lirismo
com os maus tipos?

Deve ser culpa do álcool e do cigarro
e da cegueira seletiva

Que mesmo em mim preciso de certo malditismo
para o lirismo encontrar?

Ah, vai te catar!
e deixa o guri e sua viola cantar

(ASM)

*
para o amigo Lucas Panitz, todo maldito lá naquelas bandas de lá :D

Anúncios

2 comentários sobre “Desabafo de um alterego

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s