A curva do rio

Sorriso que é horizonte,
curvo na fonte!

E eu já sorrio quando o fim ainda está distante
porque a jornada toda me encanta…

E meus lábios percorrem o sorriso
daquela alma que sorri para si e adiante

E sentam
E se assentam
E beijam

E os olhos cantam

(ASM)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s