In Natura

Vontade de vento
de salgar no sol
de soldar na sombra
no fresco do afresco
da flor

Vontade de terra
onde o pé é bem-vindo
e o perfume diz
bem-que-te-vi
aqui

Vontade de fonte
de beber o rio
com os ouvidos
de com a chuva
aproximar horizonte

Vontade de fogo
de calor que vem como ouro
e, ainda sem mercúrio,
trocar e prosear
com o vizinho

Que vontade de ter vontade
do que não é preciso precisar
e te visita sem hesitar

ASM

Anúncios