O segredo de seus nomes

Antes de nascer, seu nome migrou entre terras celtas e, daqui, ouvi falar que seu significado corresponderia a terra. Uma nova pesquisa me levou ao significado de “igual a Deus”. Se Deus e Natureza são sinônimos, então não há conflitos. Ele cruzou o oceano para construir uma ponte. Em terra firme, conheceu uma jovem com nome de flor e este encontro gerou um fruto. Ele construiu a ponte, mas desonrou sua função. E seu nome próprio. Ele, desencontro, apenas sumiu. Partiu e abandonou a família que não assumiu. Retornou à família que o aguardava, ignorante, na outra margem do oceano. Um jovem, cujo nome significa “reunião de parentes ou de amigos”, assumiu a flor e o fruto. O fruto recebera um nome que significa “o que libertou”: amadurecido, decidiu assumir o nome de seu pai celta – terra. A tataraneta, cujo nome significa “cheia de graça”, não consegue amar aquela terra. E sofre. O significado não consegue encontrar sentido, a casa dos nomes. Mas seu nome também significa “aquela que se levantará novamente”. Ela então conversa com uma amiga de outras terras, cujo nome significa lua, tão influente nos cultivos. E o significado de todo ciclo passa a fazer sentido. O sentimento de desenraizamento da flor foi acolhido. E ela se sentiu curada, cheia de graça :)

(ASM)

ASM_2007_Rosinha1

*
para Rosa, Tertuliano, Liberato e Chana.

Tetis 0: geopoéticas dialógicas

Não sendo números, mas ângulos preenchidos, é até natural que, aqui, o zero (palavra) venha depois do 2 (duas unidades) ^^. É que as conversas, o tête-a-tête, com Camila são cada vez mais singulares. Singularidade enquanto o que conecta o infinito de fora e o infinito de dentro. O zero. A esfera.

Tetis é filha do Céu e da Terra, mãe dos rios e oceanos. As marés são danças entre a Lua e a Terra. A água é o tête-a-tête entre infinitos. Em grego, Tetis significa “ama, nutriz”.

Camila e eu só sabíamos que nossos diálogos nos nutrem, porque fluem. Tetis já era nossa musa, descobrimos depois. Foi Camila quem me alertou que a geografia corre como rio nas veias, é seiva, que independe do curso de graduação (ainda que este auxilie bastante em seu despertar).

Tetis, Tetris. Em russo, “quatro”. Jogos, Diálogos, Conexões a quatro mãos.

Aqui é nossa sala. Estamos sentadas entre um dos filhos de Tetis, o Atlântico, que, por curiosa sincronia, tem seu nome derivado de Atlas.

Geopoéticas dialógicas.

Nelson Rego - Capiche a direção.
o mestre que ri e o mar de rio

(ASM)

*

para mim e Camila, e para nosso mestre na arte de dialogar, Nelson Rego.